11 Segundos Até o Alasca




Em 2013 Fernando Duarte foi, aos 63 anos, com sua Harley-Davidson Fat Boy, de Belo Horizonte ao Alasca e depois até o Ushuaia, em uma viagem de 6 meses e 60.000 km (uma volta e meia ao redor da Terra) repleta de surpresas e emoções.

É esta viagem que o livro “11 Segundos até o Alasca”, lançado em agosto de 2017, descreve na forma de diário com informações, dicas, mapas do roteiro e muitas fotos coloridas.

Parte da venda do livro será revertida para o Núcleo Assistencial Caminhos Para Jesus.

Fernando Duarte

Fernando Duarte – Divulgação Facebook
– Where are you guys going to? (Para onde vocês vão?)
– We are going to Alaska… (Vamos para o Alaska…)
– Alaska??!! You’re crazy?!?!… (Vocês são doidos?!)

 

Essa era a frase que Fernando e Ruy mais ouviam durante a viagem quando aqueles garotos de Big Trail viam os dois “véinhos” de Harley. Depois iriam perceber o real significado do espanto…

Bom, tudo começou num sábado na loja Harley em Belo Horizonte onde estava sendo inaugurado o “Espaço Capitão Senra”.

O Ruy, que Fernando ficou conhecendo num “puxadinho” da viagem do Encontro PHD de Blumenau, descida e subida de madrugada na Serra do Rio do Rastro com direito a temperatura de dois graus negativos, o chamou para uma aventura que nunca tinha passado pela sua cabeça. Ele havia chamado algumas pessoas, mas era sempre aquela história: “agora não dá para eu ir”, “tenho que pedir aval da minha mulher”, etc. Ele olhou para o Fernando e fez o convite. Aos 63 anos ele estava querendo fazer algo mais da sua vida e não sabia o que. Pensou “muito tempo”, alguns segundos e topou!

Aí veio a pior parte que eram os preparativos… O que mais o deixou tenso não era o que teria pela frente porque sempre gostou de desafios, mas os cuidados e providencias burocráticas antes de sair para a estrada, como vistos, passaporte, vacinas, cartões de crédito, cartão Pré-Pago, dólar, bagagem, ferramentas, etc. Na semana que antecedia a partida não dormiu nada.

27 de abril de 2013, numa bela e ensolarada manhã de sábado, se encontram na Loja H-D para o café da manhã tradicional e despedir da turma. Foi emocionante o discurso dos “Road Captains” Kurt e Rômulo mais o “trem” de umas 30 motos e dois jipes dos amigos de trilha acompanhando por uns 60 km. Despediram-se com abraços carinhosos e emocionados de boa sorte que aqueceram suas almas o resto da viagem.

Ao engatar a primeira marcha e soltar a embreagem Fernando sentiu desprendendo-se das amarras e âncoras do cotidiano.

Seguiram, e uns 5 km após, duas rodas se desprendem de um caminhãozinho velho parado no acostamento. Uma passou rolando pela frente da moto do Fernando, cruzou todo o largo canteiro central, a pista em sentido contrário e parou no outro acostamento. A outra roda passou entre a sua moto e a do Ruy e fez o mesmo trajeto. Reflexo rápido e desviaram do que seria o primeiro acidente em menos de 10 minutos de viagem. Preocupado, Fernando pensou se aquilo era apenas uma amostra do que os aguardava pela frente…

Passaram por Pará de Minas e Fernando lembrou-se de um amigo muy “amigo” que, duvidando da empreitada, falou que ele só iria até Pará de Minas (90 km de BH). Mas a dupla conseguiu chegar “Pralá de Minas”…

Harley-Davidson

No livro você vai vivenciar aventuras, emoções e muita superação!

E saber por que o título do livro é “11 Segundos até o Alasca”.

Carpe Diem! (Faça sua vida extraordinária!).

11 Segundos até o Alasca

Para adquirir o livro entre na página oficial. 
Parte da venda será revertida para instituição Caminhos Para Jesus.